Cuidados com a bateria do seu celular.

A vida útil da bateria de um celular em um dia, depende de dois fatores, como nós o usamos nesse dia e como o usamos no passado.

Os celulares são equipados com baterias de íon de lítio, ions são cargas eletricas que circulam pela bateria e pelo circuito eletrônico do celular e sempre que há um consumo de energia, de qualquer natureza, se produz energia térmica, o calor.

Nas baterias energia química é transformada em energia elétrica e, infelizmente, esses processos não são completamente reversíveis e as baterias perdem sua capacidade de carga à medida que o número de ciclos de carga e descarga aumenta, ou seja, quanto mais velho uma bateriao e quanto mais vezes nós a carregamos, menos poder de carga ela tem.

Bateria “inchada” por exesso de carga e temperatura.

O problema

As baterias, normalmente, deveriam manter 80% da capacidade de carga após 300 a 500 ciclos de carga/descarga. No entanto, raramente, esse nível de desempenho é real, com a capacidade de armazenamento, muitas vezes reduzida a níveis de 80% dentro de apenas 100 ciclos.

Felizmente, podemos ampliar essa capacidade futura e aumentar sua vida útil, através de alguns cuidados simples.

1) Nunca deixe o celular descarregar completamente.
Como a maior parte da degradação da bateria ocorre durante os ciclos de carga/descarga, é melhor evitar longos períodos de carga. Ou seja, para maximizar a capacidade da bateria no futuro, devemos evitar que ela chegue a marca de 0% antes de recarregar o celular.

2) Temperatura.
A faixa de temperatura na qual as baterias de íons de lítio podem ser armazenadas para manter sua capacidade ideal a longo prazo é de 0 a 45° C.
Abaixo de 0° C, a quantidade de energia disponível na bateria é reduzida devido a uma restrição no movimento dos íons de lítio no interior da bateria. Na maior parte do nosso país, isto não é um problema, pois as temperaturas nunca ficam assim tão baixas.
Acima de 45° C, a quantidade de energia é aumentada em comparação com temperaturas muito baixas, porém, a degradação da bateria também é muito acelerada, portanto, submeter a bateria à altas temperaturas durante um longo período de tempo, irá reduzir sua capacidade de armazenagem de energia.
Assim sendo, os celulares devem ser mantidos fora da luz solar direta por períodos prolongados, especialmente no verão.

3) Uso de aplicativos.
Aaron Carroll e Gernot Heiser do Data61 analisaram o consumo de energia de diferentes componentes dos smartphones em uma variedade de cenários típicos.

Eles concluíram que existem estratégias simples que podem ser usadas para aumentar a vida útil das baterias:

Reduza o brilho da tela, sempre que possivel. A maneira mais eficiente de conservar a carga da bateria por mais tempo, mantendo a função completa do celular é reduzir o brilho da tela.

Desligue a rede ou limite o tempo de conversação. Os celulares usam o “Sistema Global para Comunicações Móveis” (GSM) para se comunicar à rede. O GSM é o componente que mais consome energia em um celular.
Use Wi-Fi, não 4G. O Wi-Fi gasta até 40% menos de energia que o 4G para navegação na internet.

Limite exibições de vídeo. O processamento de vídeo é uma das operações que consome mais energia em um dispositivo móvel.

Ligue modos de economia de bateria. Todos os dispositivos móveis modernos possuem um modo de economia de bateria.

Use o modo avião quando não estiver usando o aparelho. Este modo geralmente desabilita funções GSM, Wi-Fi, bluetooth e GPS em seus dispositivos. Ao desligar essas funções auxiliares, o dispositivo usará apenas até 5% do seu consumo de energia usual com a tela desligada. Em comparação, apenas deixá-lo ocioso gasta mais de 15%.